Uma só Maria, mil Nossas Senhoras

Os vários nomes

da Virgem Mãe de Deus

O SOBRENOME DELA, a História não registra. Entretanto, a devoção do povo e a sabedoria dos doutores não Lhe economizam títulos. Mais de mil! Eis alguns:

Sendo ainda criança, é Nossa Senhora Menina.

Recebendo o anúncio do Anjo, é Nossa Senhora da Anunciação, de Nazaré, Imaculada Conceição.

No presépio, é Nossa Senhora de Belém, Mãe de Deus.

Do Egito, do Desterro ou do Exílio, por ter fugido com Seu Tesouro ─ junto com o esposo São José ─, das garras assassinas de Herodes.

Naquela festa de casamento na Galileia, o primeiro milagre de Jesus é intermediado por Ela. Daí as alegres invocações: Nossa Senhora de Caná, dos Esposos ou dos Milagres.

Acompanha Seu Filho nas pregações? O povo A chama, com entusiasmo, de Nossa Senhora da Evangelização.

Estando com o Messias nos trágicos episódios desfechados no Calvário, recebe títulos carregados de sentimento: Nossa Senhora das Dores, da Piedade, das Lágrimas, Virgem Dolorosa.

Mas, nos triunfos de Cristo, é Nossa Senhora da Ressurreição, de Pentecostes, da Glória.

Santos, teólogos e Papas a consideram Rainha.

Da Assunção, por ter sido elevada aos Céus em alma e corpo.

Mas, lá na glória celeste, junto à Santíssima Trindade, está sempre intercedendo por seus filhos aqui na Terra, e para isso Se manifesta cá, lá e acolá.

Surgem, assim, incontáveis Nossas Senhoras, cada qual com seu santuário e maravilhosas histórias:

Loreto, Carmo, Perpétuo Socorro, Auxiliadora, Pilar, Bom Conselho, Salette, Guadalupe, Bom Sucesso, Aparecida, Medalha Milagrosa, Lourdes, Fátima…

Maria é o nome feminino mais usado em escala mundial, tanto isoladamente quanto conjugado com outros. #