Oração, esmola e cisterna furada

 

Para Santa Teresinha, a oração é um impulso

do coração, um olhar lançado ao Céu,

um brado de gratidão e amor,

tanto na provação quanto na alegria.

 

A COMUNICAÇÃO das pessoas com o Criador é feita adequadamente através da elevação da alma a Deus, ou seja, da oração. É o que nos ensina o Catecismo da Igreja Católica.

Os objetivos de elevarmos nosso espírito a Ele são: louvar, agradecer ou pedir as coisas de que necessitamos, para a alma e para o corpo. E são inúmeras!

A oração, onde nasce? No espírito ou na alma? Segundo a Bíblia ─ com mais de 1000 citações neste sentido ─, o coração é que reza, pois ele é o lugar do encontro com Deus. Isto nos ajuda a entender e praticar o conselho de estarmos sempre na presença do Altíssimo, com a intercessão de Cristo e a ajuda de sua Mãe Santíssima.

Mendigos de Deus Como devemos pedir? Com humildade, à maneira dos indigentes dos tempos de fé, que suplicavam: “uma esmola por amor de Deus!” Pois, segundo Santo Agostinho, nós humanos somos mendigos do Criador. Mas, privilegiados, porque o Todo-Poderoso está sempre disposto a atender os pedidos de quem O louva e Lhe agradece. Ele tem sede de que as almas tenham sede dEle, a ponto de reclamar: “Eles Me abandonaram a Mim, a fonte de água viva, para cavar para si cisternas furadas” (Jeremias 2,13). Não sejamos desse número…

Outra qualidade que deve acompanhar nossos pedidos é a insistência, a perseverança, conforme disse Jesus: “pedi e recebereis” (cf Mateus 7, 7-12).

Todo mundo sabe que existe uma infinidade de orações tradicionais para finalidades diversas. E também cada pessoa pode compor sua prece, conforme as necessidades e o impulso do coração.

 

ORAÇÃO CONTRA EPIDEMIAS

E CATÁSTROFES

Ó gloriosa criatura humana por Deus eleita Rainha celestial!

O zelo de Vosso Coração de Mãe não consegue descuidar dessa pecadora Humanidade na qual nascestes, e gerastes para nós o Redentor.

Será que as faltas de sete bilhões de pecadores ─ incentivados pelo maligno ─ não estão na origem e disseminação do mortal vírus chinês?

E das catástrofes que não param de acontecer?

Se Deus, através de Seus Anjos, é o governador da História, o que pensar de tudo isso?

Então, Senhora, perdão é o que nos ocorre pedir que consigais de Vosso Divino Filho.

Usai as chaves dos tesouros celestes ─ dos quais sois a Guardiã ─

para retirar e distribuir graças de arrependimento, conversão e emenda de vida.  

Assim, poderão ser criadas as condições para a atuação dos Anjos. E estaremos com a alma preparada para aceitar a vontade de Deus, quando algo ruim não for possível evitar. Amém.