Chanceler, arcebispo, mártir

29 de dezembro

São Tomás Becket, defensor dos direitos da Igreja

DE IMPORTANTE FAMÍLIA, Tomás nasce no ano 1117, em Londres. Faz seus estudos no continente europeu, inclusive na primeira universidade, a de Bolonha, Itália, e em Paris.

O rei Henrique II, o chama para ser Chanceler do Reino inglês, em 1155. Ele exerce com grande competência e fidelidade esse importante cargo.

Morre o Arcebispo Teobaldo em 1162, e o rei cede à Igreja o seu chanceler: ordenado sacerdote e sagrado bispo, agora Tomás é o novo Arcebispo de Cantuária, a principal sede episcopal do reino.

Adaptando à nova situação, coloca-se diante da responsabilidade de defender os direitos da Igreja, numa época de absolutismo dos reis. E se dispõe a enfrentar seu anterior patrão, se preciso for.

 Paulus

Enfrentando o perigo E foi preciso, sim. Pois a fúria do monarca sobe de tom quando Tomás se posiciona contra certos direitos reais, francamente abusivos e prejudiciais à Igreja e ao povo.

Sentindo-se traído, Henrique passa a perseguir Tomás. Este foge para a França e tem seus bens confiscados. Passa seis anos exilado, vivendo uma vida de estudo e oração num mosteiro cisterciense. Graças à intervenção do Papa Alexandre III junto ao rei, ele retorna a Cantuária, onde é acolhido triunfalmente pelos fiéis, aos quais diz: “Voltei para morrer no meio de vocês.”

O rei julga que desta vez irá contar com a submissão cega do Arcebispo. Ledo engano. No primeiro ato, Tomás reprova os bispos que haviam feito pacto com o monarca, aceitando os privilégios. Irritado e desesperado, Henrique II exclama:

– “Quem me livrará deste padre briguento?”

Quatro cavaleiros, querendo agradar ao rei, tramam a morte do valente eclesiástico. Embora avisado, Tomás permanece firme: “O medo da morte não deve fazer-nos perder de vista a justiça”. É assassinado a golpes de 4 espadas afiadas, na catedral, ainda vestido com os paramentos sagrados, em 29 de dezembro de 1170.

Passados apenas três anos ele é canonizado pelo Papa Alexandre III. #

São Tomás Becket, rogai por nós!

Grupo de Estudos e Pesquisas

Leigos que professam a religião católica, apostólica, romana, e se consagram a Nossa Senhora segundo o método de São Luís Grignion. Há bacharéis em teologia, missionários, escritores, professores, estudantes. Alguns colaboram em revistas, boletins e sites, ou exercem voluntariado em entidades beneficentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *